Quarta, 19 Dez 2018

Programação do Evento

SEMINÁRIO
Sábado, 25 de agosto de 2012
08:30 Credenciamento • Networking • Welcome Coffee
09:00 Abertura
Aderson Bastos
, Presidente da ALATS
Auditório Laboratório
09:30 Fatores de sucesso para Testes de Desempenho

Quem nunca abandonou um site devido a lentidão? Quem nunca ouviu uma história de grande prejuízo, devido a problemas de performance ou indisponibilidade da aplicação? A realização de Testes de Desempenho (performance, carga, estresse...), visa mitigar tais riscos. Entretanto, como executar testes efetivos? Basta utilizarmos uma ferramenta qualquer e dispararmos uma carga até o servidor cair? Nesta apresentação, Aderson Bastos elencará alguns fatores para se obter sucesso na realização de testes de desempenho.


Aderson Bastos, ALATS
Dando adeus ao teste ad hoc

Já pensou em Testes Exploratórios como uma forma de simultaneamente aprender sobre o software, projetar e executar testes, usando como feedback o ultimo teste? Nesse workshop vamos não só falar sobre o conceito de Testes Exploratórios, mas também realizar uma prática aplicando a técnica de testes baseado em sessão.


Sarah Pimentel
10:30 Menos teste, mais qualidade: como equilibrar esta equação?

Todas as vezes em que abordamos o tema qualidade, lembramos de testes. Contudo nos esquecemos que “qualidade” permeia todo o ciclo de desenvolvimento de uma aplicação e esta sessão espera demonstrar, através de uma visão pragmática, como podemos endereçar o tema “qualidade” desde o surgimento de uma demanda, até a “subida” para o ambiente de produção.


Rodrigo de Carvalho, Microsoft Brasil
Igor Abade
11:30 Como aprender a usar o Visual Studio para testar?

As ferramentas de teste da Microsoft são extraordinárias para testar, mas muita gente fica em dúvida por onde começar. Qual é o caminho das pedras? Neste rápido painel apresentaremos comunidades, livros, recursos online, sites de referência, blogs, máquinas virtuais e treinamentos disponíveis no mercado.


José Correia, Iterasys
12:00 Almoço • Networking
Auditório Laboratório
13:30 Testes exploratórios: Ciência ou Arte?

O objetivo desta palestra é apresentar a técnica de teste exploratório sob a ótica do método científico com uma mistura de arte. Freqüentemente, os testes exploratórios são associados a testes informais e sem organização, no entanto, eles podem ser executados usando métodos leves de gestão, acompanhamento e relato dos resultados e progresso. Também serão apresentados os estilos de testes exploratórios, bem como, ferramentas de apoio ao planejamento e execução de testes exploratórios.


Cristiano Caetano
Treinamento hands-on em ferramentas de testes Microsoft

Como gerenciar planos e casos de teste, executar testes manuais, exploratórios e automatizados e acompanhar indicadores de qualidade utilizando o Microsoft Visual Studio 2012 Release Candidate.


Igor Abade
14:30 Teste de Performance em Sistemas Críticos – Como a BM&F Bovespa Mantém o seu Desempenho

Em um cenário onde cada vez mais empresas dependem de sistemas e onde estes sistemas apresentam cada vez mais meios de acessos, garantir que tanto a infraestrutura quanto o software envolvidos suportarão a demanda esperada é fundamental.
Nesta apresentação mostraremos como a PrimeUp atua na medição e manutenção da performance de sistemas críticos da BM&F Bovespa, onde condições como milhares de acessos simultâneos e tempos de resposta na casa de microssegundos devem ser atendidas.


Mateus Santos, PrimeUp

Testando para os Outros – Lições Aprendidas pela Fábrica de Testes Funcionais da PrimeUp


Atualmente, o conceito de Fábricas de Teste está amplamente difundido tanto nas organizações que desenvolvem quanto as que contratam o desenvolvimento de software de terceiros. Entretanto, muitas das organizações que optam por este modelo, não estão preparadas para a terceirização dos seus testes funcionais ou simplesmente não conseguem obter os melhores resultados em uma contratação de fábricas de teste.
Nesta apresentação, mostraremos as lições aprendidas na fábrica de testes da PrimeUp e como uma organização pode se preparar para a terceirização de testes funcionais.


Rafael Espinha, PrimeUp
15:30 Coffee-break • Networking
16:00 Escolas de Teste

 


Uma abordagem comparativa das diferentes vertentes de teste, suas características e benefícios.


Alexandre Junqueira, Inmetrics
Rafael Nóbrega, Inmetrics

Teste é uma M…!!!


 

Como as atividades de teste muitas vezes são vistas dentro das corporações, o reflexo para os profissionais e como isso pode ser transformado.


Alexandre Junqueira, Inmetrics
Rafael Nóbrega, Inmetrics
17:00 Mesa redonda: Formação, Certificação e Plano de Carreira em Teste de Software

Palestrantes e convidados
18:00 Sorteios • Encerramento • Networking